Blog MX1

Noite de superações na 14ª etapa do AMA Supercross

Ken Roczen vence na classe 450 e mantém viva disputa pelo título. Categoria 250 Oeste tem corrida memorável

Crédito: Redação MX1.com.br - Maurício Arruda - Fotos: Align Media, Feld Entertainment, Simon Cudby e Divulgação

Pista do AMA Supercross no Atlanta Motor Speedway

Supercross | 14/04/2021

Em sua última corrida de terça-feira, o Monster Energy AMA Supercross 2021 brindou os fãs com uma noite movimentada no Atlanta Motor Speedway, cheia de superações e momentos emocionantes. Ken Roczen (Honda) conquistou a vitória na classe 450 e reavivou a disputa pelo título com Cooper Webb (KTM) que teve uma corrida difícil e acabou na sexta posição. Na categoria 250 Oeste, o líder Justin Cooper (Yamaha) conquistou sua terceira vitória no ano aumentando de forma significativa a vantagem na classificação geral.

Largada da categoria 450

A corrida da categoria 450 começou com Cooper Webb conquistando o holeshot, mas Ken Roczen imediatamente superou o rival mostrando que estava decidido a apagar o resultado negativo do último sábado. Ao mesmo tempo que Roczen mostrava estar em um bom momento, Webb parecia um pouco desconfortável e fora do ritmo que o levou a liderança da pontuação. Principalmente numa duríssima e profunda seção de costelas, Webb não encontrava o ritmo certo e foi o suficiente para que o favorito ao título fosse perdendo posições e pontos importantes nos 20 minutos mais uma volta de corrida.

Ken Roczen

Ocupando a vice-liderança já nos primeiros movimentos, Chase Sexton, companheiro de equipe de Roczen, foi também o principal perseguidor do alemão, mas com um ritmo um pouco abaixo não conseguiu lutar pela vitória. Repetindo a rodada anterior, Sexton alcançou de forma consecutiva o segundo pódio da sua carreira na classe 450.

Jason Anderson

Jason Anderson, após um pesado acidente na bateria classificatória - quando foi atingido no ar - garantiu sua vaga na bateria de última chance e surpreendeu com um desempenho que o levou ao pódio. Na prova final o piloto da Husqvarna começou fora dos cinco primeiros, mas foi agressivo e perdeu pouco tempo para crescer e ganhar posições através do pelotão. Com poucos minutos de corrida Anderson já estava entre os primeiros, então passou por Webb sem dificuldades e na sequência superou Justin Barcia (GASGAS) para conquistar o terceiro lugar.

Chase Sexton

Barcia, que também passou Webb nas primeiras voltas, foi atacado pelo piloto da KTM nos minutos finais. Como sempre agressivo, Barcia defendeu a posição até Webb levar a pior num contato entre os dois. A leve queda resultadou em mais um prejuízo de pontos para Webb que perdeu a quinta posição para Eli Tomac (Kawasaki) e acabou no sexto lugar, ainda com 13 pontos de margem sobre Roczen com três provas para o fim da temporada.

Pódio 450

Se o evento foi movimentado na classe principal, na categoria 250 Oeste ele ganhou tons dramáticos. Com menos de três voltas de corrida, Cameron McAdoo (Kawasaki) lutava pelo quinto lugar quando levou uma queda assustadora, bateu no guidão da sua moto e foi lançado abruptamente para o alto caindo no topo de um obstáculo. Após o acidente, a prova foi interrompida para o atendimento de McAdoo e, seguindo a regra, tudo foi preparado para um novo início.

Justin Cooper

Enquanto os pilotos voltavam para o gate, milagrosamente Cameron McAdoo estava pronto para correr novamente e implorava por uma liberação. Após ser avaliado duas vezes pelos médicos, o piloto que ocupa o segundo lugar no campeonato e está na briga direta pelo título, foi autorizado a seguir na disputa.

Hunter Lawrence

Quando o gate caiu, o vencedor da etapa passada, Nate Thrasher (Yamaha) partiu na frente, assim como havia feito na largada anterior, mas Justin Cooper rapidamente assumiu a primeira posição, também repetindo o roteiro de antes do acidente. Surpreendentemente, McAdoo estava entre os destaques da prova novamente, com velocidade para avançar e claramente a vontade. Após alguma disputa com Garrett Marchbanks (Yamaha), McAdoo conseguiu a ultrapassagem e foi para cima do segundo colocado, Thrasher.

Cameron McAdoo

Com cinco minutos de corrida McAdoo conseguiu assumir a vice-liderança, com menos de 4 segundos de déficit para o líder Justin Cooper. Mesmo mostrando muita garra, ele não conseguiu impedir que Cooper ampliasse pouco a pouco a vantagem, enquanto Hunter Lawrence (Honda) avançava passando por Marchbanks. Com duas voltas para o fim, o australiano também superou McAdoo que acabou com o terceiro degrau do pódio. A vitória de Justin Cooper pode até ter sido ofuscada pela superação de McAdoo, que ganhou muitos fãs pela determinação que demonstrou, mas foi uma noite significativa para ambos no campeonato.

Pódio 250 Oeste

Classificados para a final novamente, Ramyller Alves e Enzo Lopes somaram pontos importantes com a 14ª e a 17ª posição, respectivamente. A terceira e última corrida consecutiva em Atlanta será realizada neste sábado (17) enquanto as duas rodadas finais serão em Salt Lake City, no Rice-Eccles Stadium, em 24 de abril e 1º de maio.

Vídeos:



Resultados da 14ª etapa do AMA Supercross 2021:

Resultado da 14ª etapa do AMA Supercross 2021 - Categoria 450

Resultado da 14ª etapa do AMA Supercross 2021 - Categoria 250

Classificação geral do AMA Supercross 2021 após 14 etapas:

Classificação geral do AMA Supercross 2021 após 14 etapas - categoria 450
Classificação geral do AMA Supercross 2021 após 14 etapas - categoria 250

Notícias Relacionadas

Blog MX1

ir para o blog