Blog MX1

Mundial de Motocross 2020 - 11ª etapa - MXGP da Europa - Resultados, fotos e vídeos

Tim Gajser e Jago Geerts de volta ao topo no MXGP da Europa

Crédito: Redação MX1.com.br - Maurício Arruda - Fotos: Ray Archer, Bavo Swijgers e Divulgação

Tim Gajser

Motocross | 05/10/2020

O MXGP da Europa, 11ª etapa do Mundial de Motocross, concluiu a série de três corridas consecutivas em Mantova - e seis na Itália, considerando as rodadas anteriores realizadas em Faenza. Foram corridas intensas e emocionantes, mas para a torcida local (que não teve acesso aos eventos devido à pandemia de coronavírus), o desfecho com Tim Gajser no degrau mais alto do pódio da MXGP, conquistando sua primeira vitória geral na temporada, deixou um certo gosto amargo, afinal ali predominam os fãs de Antonio Cairoli. Na classe MX2, Jago Geerts também voltou ao topo com sua quarta vitória geral em 2020.

A primeira corrida da MXGP começou com Jorge Prado na liderança, seguido por Gajser e Romain Febvre. Ainda na primeira volta Prado e Febvre bateram e caíram, o que permitiu a Dylan Walsh ter alguns momentos de glória com a liderança. Mas Gajser logo pressionou e fez a ultrapassagem.

Glen Coldenhoff chegou perto e atacou no final, no entanto Gajser manteve a ponta vencendo a corrida de abertura. Prado se recuperou bem e acabou em terceiro, seguido do australiano Mitchell Evans, em quarto, e Cairoli, em quinto.

Antonio Cairoli

Na segunda bateria, Prado novamente largou na frente, com Gajser e Cairoli atrás. O atual campeão não perdeu tempo e passou para a liderança ainda na primeira volta. Em segundo, Prado caiu mais uma vez e foi pro fim do pelotão abrindo espaço para Cairoli assumir a vice-liderança.

Quando Gajser também cometeu um erro sofrendo uma leve queda, o italiano herdou a liderança, mas com o rival voltou logo atrás, à frente de Romain Febvre e Jeremy Seewer. A diferença entre eles variou algumas vezes, mas Cairoli impôs seu ritmo e venceu a bateria. Com a segunda posição, Gajser faturou o GP, Seewer ultrapassou Febvre na briga pelo terceiro lugar e Coldenhoff acabou em quinto. Cairoli, em segundo, e Coldenhoff, em terceiro, fizeram companhia ao esloveno no pódio.

Tim Gajser: "É uma sensação incrível estar de volta ao degrau mais alto do pódio. Eu ganhei muitas baterias este ano, mas nunca uma geral, então estou super feliz por ter conseguido isso nesta rodada em Mantova. As corridas foram boas, embora eu tenha tido um pequeno arm-pump (travamento) no braço no final da primeira corrida. Então, na segunda corrida, tive outra boa largada e passei para a liderança quase imediatamente. Infelizmente, caí no meio da corrida e para o segundo lugar. A próxima (corrida) é na Espanha e mal posso esperar".

Antonio Cairoli: "É claro que estou feliz por ganhar (a segunda bateria), mas não me senti muito bem durante todo o fim de semana, meu joelho ainda está me dando muitos problemas. No geral, estou feliz com este segundo lugar. Dei tudo, mas é claro que queremos ganhar, então esse é o nosso objetivo para a próxima corrida, vamos para a Espanha que é uma pista completamente nova e um novo local".

Tom Vialle

Nas duas corridas da MX2 Tom Vialle e Jago Geerts duelaram pela vitória. Na primeira o líder da temporada levou a melhor, mas, com as posições invertidas e a vitória na segunda corrida, Geerts voltou ao topo do pódio. Como os dois somaram 47 pontos, a diferença no campeonato permanece a mesma.

Jago Geerts

Jago Geerts: "Estou feliz por vencer e estar de volta ao pódio. Tive dois bons começos. Na primeira corrida, passei muito tempo atrás de outros pilotos no início e cheguei um pouco atrasado em Vialle, por isso terminei em segundo. E então, na segunda corrida, fiquei muito feliz com o resultado".

Vídeos:



Resultados da 11ª etapa do Mundial de Motocross:

MXGP Primeira Bateria
1. Tim Gajser (SLO, Honda), 34:17.344
2. Glenn Coldenhoff (NED, GASGAS), +0:01.263
3. Jorge Prado (ESP, KTM), +0:04.925
4. Mitchell Evans (AUS, Honda), +0:08.675
5. Antonio Cairoli (ITA, KTM), +0:09.994
6. Jeremy Seewer (SUI, Yamaha), +0:11.544
7. Gautier Paulin (FRA, Yamaha), +0:19.247
8. Ivo Monticelli (ITA, GASGAS), +0:20.654
9. Brian Bogers (NED, KTM), +0:21.495
10. Romain Febvre (FRA, Kawasaki), +0:21.844.

MXGP Segunda Bateria
1. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 34:09.190
2. Tim Gajser (SLO, Honda), +0:02.652
3. Jeremy Seewer (SUI, Yamaha), +0:06.339
4. Romain Febvre (FRA, Kawasaki), +0:08.174
5. Glenn Coldenhoff (NED, GASGAS), +0:20.703
6. Clement Desalle (BEL, Kawasaki), +0:26.332
7. Gautier Paulin (FRA, Yamaha), +0:30.752
8. Mitchell Evans (AUS, Honda), +0:33.840
9. Calvin Vlaanderen (NED, Yamaha), +0:35.952
10. Brian Bogers (NED, KTM), +0:37.138.

MXGP Soma das baterias
1. Tim Gajser (SLO, HON), 47 pontos
2. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 41 p.
3. Glenn Coldenhoff (NED, GAS), 38 p.
4. Jeremy Seewer (SUI, YAM), 35 p.
5. Mitchell Evans (AUS, HON), 31 p.
6. Romain Febvre (FRA, KAW), 29 p.
7. Gautier Paulin (FRA, YAM), 28 p.
8. Clement Desalle (BEL, KAW), 24 p.
9. Jorge Prado (ESP, KTM), 24 p.
10. Brian Bogers (NED, KTM), 23 p.

MX2 Primeira Bateria
1. Tom Vialle (FRA, KTM), 34:19.566
2. Jago Geerts (BEL, Yamaha), +0:01.423
3. Conrad Mewse (GBR, KTM), +0:04.773
4. Thomas Kjer Olsen (DEN, Husqvarna), +0:16.055
5. Jed Beaton (AUS, Husqvarna), +0:28.127
6. Ben Watson (GBR, Yamaha), +0:30.314
7. Isak Gifting (SWE, GASGAS), +0:47.738
8. Alberto Forato (ITA, Husqvarna), +0:49.364
9. Ruben Fernandez (ESP, Yamaha), +1:01.210
10. Bas Vaessen (NED, KTM), +1:07.256.

MX2 Segunda Bateria
1. Jago Geerts (BEL, Yamaha), 34:04.896
2. Tom Vialle (FRA, KTM), +0:00.982
3. Ben Watson (GBR, Yamaha), +0:17.392
4. Thomas Kjer Olsen (DEN, Husqvarna), +0:19.448
5. Jed Beaton (AUS, Husqvarna), +0:23.091
6. Conrad Mewse (GBR, KTM), +0:38.099
7. Roan Van De Moosdijk (NED, Kawasaki), +0:48.261
8. Kevin Horgmo (NOR, KTM), +0:52.212
9. Maxime Renaux (FRA, Yamaha), +1:01.791
10. Alberto Forato (ITA, Husqvarna), +1:05.437.

MX2 Soma das baterias
1. Jago Geerts (BEL, YAM), 47 pontos
2. Tom Vialle (FRA, KTM), 47 p.
3. Thomas Kjer Olsen (DEN, HUS), 36 p.
4. Ben Watson (GBR, YAM), 35 p.
5. Conrad Mewse (GBR, KTM), 35 p.
6. Jed Beaton (AUS, HUS), 32 p.
7. Alberto Forato (ITA, HUS), 24 p.
8. Ruben Fernandez (ESP, YAM), 22 p.
9. Kevin Horgmo (NOR, KTM), 20 p.
10. Mathys Boisrame (FRA, KAW), 19 p.

Classificação geral após 11 etapas:

MXGP
1. Tim Gajser (SLO, HON), 399 pontos
2. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 388 p.
3. Jeremy Seewer (SUI, YAM), 369 p.
4. Jorge Prado (ESP, KTM), 341 p.
5. Glenn Coldenhoff (NED, GAS), 341 p.
6. Romain Febvre (FRA, KAW), 304 p.
7. Gautier Paulin (FRA, YAM), 285 p.
8. Jeffrey Herlings (NED, KTM), 263 p.
9. Clement Desalle (BEL, KAW), 262 p.
10. Arminas Jasikonis (LTU, HUS), 248 p.

MX2
1. Tom Vialle (FRA, KTM), 478 pontos
2. Jago Geerts (BEL, YAM), 432 p.
3. Jed Beaton (AUS, HUS), 348 p.
4. Maxime Renaux (FRA, YAM), 341 p.
5. Thomas Kjer Olsen (DEN, HUS), 311 p.
6. Roan Van De Moosdijk (NED, KAW), 293 p.
7. Ben Watson (GBR, YAM), 287 p.
8. Conrad Mewse (GBR, KTM), 252 p.
9. Mathys Boisrame (FRA, KAW), 234 p.
10. Ruben Fernandez (ESP, YAM), 208 p.

Notícias Relacionadas

Blog MX1

ir para o blog