Blog MX1

Ken Roczen conquista primeira vitória e amplia liderança no AMA Supercross 2021

Quarta etapa abriu série de provas em Indianápolis

Crédito: Redação MX1.com.br - Maurício Arruda - Fotos: Align Media, Feld Entertainment e Divulgação

Adam Cianciarulo, Ken Roczen e Eli Tomac

Supercross | 01/02/2021

Na quarta etapa o Monster Energy AMA Supercross 2021 seguiu para um novo palco: o Lucas Oil Stadium, em Indianápolis, Indiana, local que abriu uma nova série de três provas no sábado, dia 30 de janeiro. O evento registrou a primeira vitória de Ken Roczen (Honda) na classe 450, após uma intensa disputa com Eli Tomac (Kawasaki) que terminou em segundo. Cooper Webb (KTM) completou o pódio da categoria principal.

Ken Roczen venceu pela primeira vez na temporada 2021

Tomac assumiu a liderança na largada e parecia ter tudo para vencer pela segunda vez este ano, mas o atual campeão caiu em uma curva abrindo espaço o seu companheiro de equipe, Adam Cianciarulo, assumir o primeiro lugar. A disputa então se concentrou em três competidores: Cianciarulo, Roczen e Tomac - em uma disputa metro a metro, segundo a segundo. Depois de várias ameaças, onde muitas vezes os dois estiveram lado a lado, Roczen conseguiu uma ultrapassagem limpa sobre Cianciarulo, ao redor da metade da corrida. Tomac aproveitou a pressão e também superou o jovem piloto, na curva seguinte.

Ken Roczen lidera o campeonato com 6 pontos de vantagem sobre Cooper Webb

Roczen então acelerou o ritmo chegando a abrir três segundo de Tomac, mas se perdeu em um obstáculo e foi parar fora da pista perdendo tempo suficiente para o rival tomar a dianteira. Ele voltou logo atrás de Tomac e pouco tempo depois retomou novamente a liderança. Apesar da perseguição seguir forte até o final, Tomac não conseguiu estar perto o suficiente para recuperar a ponta e o alemão se tornou o quarto vencedor em quatro corridas da temporada 2021.

Cooper Webb

Pelo terceiro lugar, Cooper Webb fez uma grande recuperação após largar no meio do pelotão, levando a melhor na disputa com Cianciarulo nos últimos minutos da prova. Outra recuperação impressionante foi a de Zach Osborne (Husqvarna) que ficou preso no gate de largada saindo em último, mas ainda assim conseguiu salvar o quinto lugar.

Zach Osborne

E Justin Barcia (GasGas), o que aconteceu com piloto que liderou o campeonato nas duas primeiras rodadas? Bem, ele segue na briga pelo título, mas agora amarga a quinta posição depois de sua noite mais difícil até aqui. Barcia até largou bem, entre os cinco primeiros, mas se envolveu em um incidente na segunda curva e acabou caindo junto com Malcolm Stewart. Depois ainda subiu até a 11ª posição, mas sofreu uma nova queda para completar em 13º.

Eli Tomac e Ken Roczen

Roczen comemorou o primeiro triunfo na temporada. "O que dizer - estou sem palavras! Vencemos a corrida classificatória, o que foi ótimo, mas o evento principal foi caótico. A pista realmente se deteriorou e havia mais valas do que pude contar. Todos nós cometemos alguns erros. Aproveitei a queda de Eli (Tomac) e tive que superar Adam (Cianciarulo), que estava pilotando muito bem, o que definitivamente não foi fácil. Mais tarde, acabei saindo do segundo duplo, então estava decidindo no ar se poderia frear e ainda virar para dentro para ficar na pista, mas teria entrado nos blocos de espuma. Tive que fazer o meu caminho na linha por fora da curva, então tive que deixar o Eli passar, mas naquela mesma volta ele deixou a porta aberta e aproveitei para passar por ele. A partir daí ele começou a pressionar, mas o mantive atrás de mim e fizemos acontecer. Foi uma das minhas melhores corridas em muito tempo!"  

Colt Nichols

Na categoria 250 Leste, Colt Nichols (Yamaha) tornou-se o primeiro a vencer duas provas consecutivas. Com o holeshot e pilotando de forma quase perfeita, faturou uma vitória consistente com o companheiro de equipe - e rival na briga pelo título - Christian Craig andando em segundo na maior parte da prova sem ser incomodado. Jett Lawrence (Honda), depois de errar a troca de marcha na reta de largada e se enrolar em um obstáculo que era quase uma parede, parecia pronto para o pódio quando alcançou Craig já na última volta. Mas, a duas curvas da bandeirada, os dois se chocaram e saíram da pista. O australiano conseguiu voltar antes, mas ambos perderam duas posições e com isso Michael Mosiman e Jo Shimoda foram ao pódio na segunda e terceira posição, respectivamente.

Michael Mosiman

Nichols ampliou a liderança no campeonato e agora conta com 12 pontos de vantagem sobre Craig. "Foi apenas sem drama, do jeito que eu gosto. Finalmente eu saí do gate muito bem e controlei a parte interna na primeira curva, o que foi muito importante esta noite. Eu realmente tentei fazer minhas voltas, e assim que consegui uma diferença grande o suficiente, pude ver onde estava Christian (Craig), e também (Michael) Mosiman e Jett (Lawrence). Eu estava monitorando todo mundo só para saber se precisava forçar ou o que quer que eu precisasse fazer. Na verdade, tratava-se apenas de gerenciar as voltas. No geral, senti que rodei muito bem e fui capaz de fazer o meu próprio trabalho. Eu não precisei estar em uma batalha como nas três primeiras rodadas. Então isso foi muito bom."

Pódio 250

Nesta terça-feira, dia 2 de fevereiro, os pilotos voltam pra pista com a quinta etapa do campeonato no mesmo local, mas com um novo layout de pista.

Vídeos:





Resultados da quarta etapa do AMA Supercross 2021:

Resultados da quarta etapa do AMA Supercross 2021 categoria 450

Resultados da quarta etapa do AMA Supercross 2021 categoria 250

Classificação geral do AMA Supercross 2021 após quatro etapas:

Classificação geral do AMA Supercross 2021 após quatro etapas categoria 450

Classificação geral do AMA Supercross 2021 após quatro etapas categoria 250

Notícias Relacionadas

Blog MX1

ir para o blog