Blog MX1

Internacional da Itália: Como foi o primeiro embate dos pilotos do Mundial de Motocross em 2021

Confira os destaques da primeira etapa, realizada em Riola Sardo

Crédito: Redação MX1.com.br - Maurício Arruda - Fotos: Nico Belillo e Divulgação

Romain Febvre (3), Glenn Coldenhoff (259) e Thomas Kjer Olsen (19)

Motocross | 28/02/2021

Já é tradição, o Motocross Internacional da Itália dá as boas-vindas aos pilotos que integram o Mundial de Motocross no primeiro embate entre eles a cada ano, numa espécie de aquecimento da temporada. Em 2021 o costume foi mantido, mas a primeira etapa, realizada neste fim de semana em Riola Sardo, teve desfalques importantes como o atual campeão da MXGP Tim Gajser e até mesmo o herói italiano Antonio Cairoli, entre outros. Gajser, com o atraso no início da temporada, optou por seguir com seu programa de treinamento, enquanto Cairoli acompanhou o evento como espectador.

Apesar da ausência de grandes estrelas, outros destaques do circuito marcaram presença no pódio da competição na Itália. Jorge Prado (KTM) venceu a bateria da MX1, enquanto Romain Febvre (Kawasaki) faturou a Supercampione (MX1 + MX2) e Jago Geerts (Yamaha) a MX2 no pesado circuito de areia na Sardenha.

Pódio da categoria Supercampione

Na MX1, Prado largou na frente e segurou a pressão de Febvre no início, depois abriu uma leve vantagem até confirmar a vitória. Febvre sentiu um pouco de arm-pump e, com os braços travando, perdeu ritmo até finalizar em sexto. Estreando pela equipe Yamaha, Glenn Coldenhoff conquistou um ótimo segundo lugar seguido por Thomas Kjer Olsen (Husqvarna) que subiu para as 450 este ano. Outro destaque foi a estreia do veterano Jeremy Van Horebeek pela nova equipe Beta, conquistando a quarta colocação.

Na MX2, Jago Geerts venceu, mas antes teve que superar Nicholas Lapuccci que largou na frente e imprimiu um ótimo ritmo com sua Fantic 250 2 tempos. A perseguição seguiu por quase toda a bateria com o belga superando o italiano somente nas últimas voltas. O sueco Tim Edberg (Yamaha) aproveitou duas quedas do italiano Mattia Guadagnini (KTM) para ultrapassar e fechar o pódio.

A classe Supercampione reuniu pilotos da MX1 e MX2 na última bateria novamente com Prado liderando seguido por Febvre. O espanhol começou a ganhar vantagem depois de alguns minutos, mas enfrentou problemas mecânicos e abandonou a disputa. Após assumir a liderança, Febvre seguiu na frente até a bandeirada, mas tendo que lidar com a pressão de Thomas Kjer Olsen que se manteve próximo até o fim da prova conquistando a segunda colocação. Glenn Coldenhoff, Jeremy Van Horebeek e Ivo Monticelli (Kawasaki) terminaram na sequência completando os cinco primeiros colocados.

A próxima rodada, novamente na Sardenha, será realizada no dia 7 de março em Alghero.

Resultados da primeira etapa do Internacional da Itália de Motocross 2021:


Resultado da primeira etapa do Internacional da Itália de Motocross 2021 - categoria Supercampione
Resultado da primeira etapa do Internacional da Itália de Motocross 2021 - categoria MX1Resultado da primeira etapa do Internacional da Itália de Motocross 2021 - categoria MX2


Notícias Relacionadas

Blog MX1

ir para o blog