Blog MX1

Antonio Cairoli anuncia aposentadoria do Mundial de Motocross

Multicampeão deixará de competir no MXGP ao final da temporada 2021

Crédito: Redação MX1.com.br - Maurício Arruda - Fotos: Ray Archer

Antonio Cairoli faz sua última temporada no Mundial de Motocross

Motocross , Vídeos | 14/09/2021

Até o momento são 9 títulos mundiais, 93 vitórias em GPs e 177 pódios. Antonio Cairoli, um dos maiores nomes do motocross de todos os tempos, anunciou hoje em uma coletiva de imprensa em Roma, na Itália, que está encerrando sua carreira de 18 anos no Mundial de Motocross. Ao final da temporada 2021, o ícone da equipe Red Bull KTM Factory Racing assumirá o papel de embaixador da marca KTM.

Aposentadoria Antonio Cairoli

"Esta não é uma decisão fácil", afirmou o italiano. "Eu sempre disse que números e estatísticas não significam muito para mim. Acho que foi uma conquista para mim e para minha família ganhar um campeonato mundial, então ter uma carreira como essa é muito especial. Sinto que é o momento certo para parar. Tudo ao meu redor me faz parecer a decisão certa, e ainda estamos tentando conquistar o título este ano, então a motivação é alta para este desafio. Quero agradecer a todos aqueles que me ajudaram e apoiaram desde que vim para o campeonato mundial, e ao longo do caminho, na verdade. Houve muitos rostos e nomes e, claro, toda a empolgação e amor dos fãs. Eu me senti parte da família KTM desde o primeiro dia e continuaremos nosso trabalho e relacionamento juntos, mas agora de uma maneira diferente. Há muito mais a fazer na vida após 2021, mas por enquanto nosso objetivo é muito claro", completou o lendário piloto que está na briga pelo 10 título mundial.

Embaixador KTM

Tony deu à KTM o primeiro título da marca na categoria rainha, em 2010. A parceria seguiu forte nos anos seguintes com a conquista de mais quatro títulos - todos com a KTM 350 SX-F - antes de triunfar novamente em 2017 com a KTM 450 SX-F. Com Claudio de Carli e sua leal equipe técnica, Cairoli tem sido um pilar da equipe, imagem e programa de desenvolvimento da Red Bull KTM Factory Racing desde a primeira temporada juntos. Em todos esses anos disputando o Mundial, 18 no total, Cairoli venceu ao  menos um GP.

Multicampeão de motocross

Atualmente, Tony ainda está na luta pelo cobiçado 10º título do Campeonato Mundial de Motocross - podendo igualar a marca do belga Stefan Everts, o maior vencedor de todos os tempos. Antes do MXGP da Sardegna (ITA) neste fim de semana, Cairoli acumula uma vitória e cinco pódios em nove rodadas da competição. Ele é o terceiro na classificação a apenas 29 pontos do topo da tabela e tem mostrado velocidade e consistência para brigar pelo título.

Cairoli #222

A extensão do contrato de Cairoli com a família KTM significa que o italiano fornecerá sua experiência em vários segmentos e projetos futuros dentro do grupo austríaco, tudo com o objetivo de continuar a desenvolver o motocross para todos os públicos.

Fim de uma era no Mundial de Motocross

Pit Beirer, diretor da KTM Motorsports, destacou todo o crescimento da marca na trajetória com Cairoli. "Nossa história começou de uma maneira impressionante porque Tony veio para a KTM quando ainda não tínhamos conquistado um título na categoria rainha e também estávamos desenvolvendo a KTM 350 SX-F, então foram dois desafios para alcançar! Ganhar cinco campeonatos consecutivos e estabelecer o conceito 350 foi um grande marco para nós. Com o passar dos anos o relacionamento se estreitou e a amizade cresceu ainda mais. Muito do nosso sucesso tanto nos EUA quanto no MXGP veio por causa daqueles primeiros anos com Tony e a crença que ele tinha em nós e a visão para o futuro. É algo que não esquecemos e não vamos esquecer".

KTM do campeão Antonio Cairoli

Robert Jonas, VP de Motorsports Offroad, complementou. "Estamos imensamente orgulhosos de ter sido uma parte importante da história da carreira de Tony e de ter contribuído tanto para um dos melhores pilotos de motocross que o esporte já viu. Quando começamos a trabalhar juntos com uma motocicleta que era quase uma aposta para o mais alto nível do campeonato mundial naquela época, acho que não poderíamos ter imaginado o sucesso que viria, e o quão profundo Tony seria capaz de deixar sua marca no MXGP. Ele tem fãs em todo o mundo e alguns dos maiores estão aqui mesmo na fábrica. Será estranho não ver aquela (moto) laranja #222 na pista na próxima temporada, mas sua paixão por pilotar e sua experiência ainda serão grandes vantagens para nós. A história não acaba aqui".

Tony Cairoli encerra carreira no motocross

O Mundial de Motocross 2021 deve terminar com o Grande Prêmio de Mantova, Itália, no dia 10 de novembro. Após este evento, Tony continuará sendo parte da família KTM e das atividades do departamento de corrida da marca.

Vídeo:

Notícias Relacionadas

Blog MX1

ir para o blog